segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Católicos em atividade na Diocese de Colatina/ES

Texto: Paulo R. Maciel para o blog WWW.REPORTERPAULOMACIEL.BLOGSPOT.COM
SANTO TERÇO - Nesta segunda-feira tem mais uma reza do Terço na Catedral de Colatina, a partir das 18h15min. Na primeira segunda-feira do mês a direção é das mulheres; na segunda, a equipe do batismo; na terceira segunda-feira, quem dirige é a equipe das famílias; e na quarta, os dirigentes são do grupo do “Terço dos Homens”. A comunidade em geral é convidada a participar mais ativamente desses momentos vigorosos de fé todas as segundas-feiras. Nas igrejas católicas das comunidades dos barros os dias são diferentes, conforme a conveniência de cada uma. Na Matriz do Imaculado Coração de Maria, do bairro São Silvano, a reza do “Terço dos Homens” ocorre na terça-feira, às 19h. Tem também a Oração do Rosário (quatro terços), às segundas-feiras pela manhã, na Capela do Santíssimo da mesma igreja de São Silvano.
...
“MÃES QUE ORAM” – A missa das 19h desta quarta-feira (02/12/2015), na Catedral do Sagrado Coração de Jesus, será com o grupo “Mães Que Oram Pelos Filhos”.
...
CORAL DA CATEDRAL - Já está concluída a programação da "Cantata de Natal 2015", com o Coral “Monsenhor Rubens Duque”, da Catedral de Colatina. O tema é “Jesus, Rosto Divino do Homem, Jesus, Rosto Humano de Deus”. A primeira participação será na quarta-feira (02/12/2015) na inauguração da Árvore de Natal, às 19h, na Praça Sol Poente. O coral fará apresentações até o dia 23 de dezembro, quando estará no Calçadão Geraldo Pereira, às 19h. As outras apresentaç/oes serão às 19h30: No dia 5 (sábado), em São Vicente; dia 9, no Hospital Sílvio Avidos; dia 10, em Vila Lenira; dia 12, no bairro Olívio Zanotelli; dia 15, no residencial Aldeia Imperial; dia 16, na Casa de Saúde (Hospital) Santa Maria; dia 17, em São Silvano; dia 19, em Maria Ismênia; dia 20, na Catedral (após a missa das 19h); dia 22, no Mosteiro das Irmãs Clarissas; e no  dia 23, no supermercado Hortifruti (18h30).
...
TEOLOGIA - O Centro de Estudos da Diocese de Colatina (Cedic) abriu o prazo de novas inscrições para o curso de Teologia para leigos. O início do curso está agendado para o dia 15 de fevereiro de 2016 e sua duração é de três anos. As aulas serão ministradas nas dependências do Edifício João Paulo II (prédio da Mitra Diocesana), em frente à Livraria Cordis. A taxa de inscrição é de R$ 35,00, mesmo valor da mensalidade. Trata-se de um curso de extensão ligado à Faculdade dos Jesuítas de Belo Horizonte (Faje), que conta com um quadro de profissionais qualificados para cada área. A ficha de inscrição pode ser adquirida na secretaria da paróquia de origem de cada candidato ao curso e entregue até o dia 30 de dezembro no mesmo local. Mais informações pelo telefone (0-xx) 9.9895-6993 e e-mail: cedicdecolatina@gmail.com .
...
SOBRIEDADE - Nesta quinta-feira ocorre mais uma sessão semanal da Pastoral da Sobriedade, no Edifício João Paulo II (1º andar), no Centro de Colatina, aberta aos interessados. Destinada principalmente a dependentes químicos (álcool e drogas) e seus familiares e amigos (considerados codependentes), a reunião começa às 19h30min, com a ministração de mais um “Passo” para a sobriedade. O grupo da Catedral leva essa ação voluntária também aos internos da Penitenciária Semiaberta Masculina de Colatina em datas programadas. No total, são doze “passos” estipulados para completar o processo, e cada um é aplicado semanalmente em todo o país pelos voluntários da Pastoral da Sobriedade. Os “passos” são baseados em passagens da Bíblia Sagrada e cabe ao dependente ter fé e segui-los, conforme esta ordem: Admitir, Confiar, Entregar, Arrepender, Confessar, Renascer, Reparar, Professar a Fé, Orar e Vigiar, Servir, Celebrar e Festejar.
...

PORTA SANTA - A abertura da “Porta Santa”, na Catedral do Sagrado Coração de Jesus, será no dia 13 de dezembro. O evento religioso contará com um rito especial. Ao instituir esta data para a abertura da “Porta Santa”, o Papa Francisco deseja recordar aos fiéis que é da Misericórdia Divina que provém a alegria do cristão. A porta principal da Catedral foi fechada no domingo (22/11/2015) durante a missa das 19h, pelo celebrante, padre Malvino Xavier.  Ela ficará assim até o dia 13, mas os portões e as outras duas portas laterais de entrada permanecerão abertos. A abertura da Porta Santa marca o início do Ano Santo Extraordinário do Jubileu da Misericórdia, anunciado pelo Papa no dia 13 de março, em Roma. O acontecimento será um Jubileu Extraordinário que terá como seu centro a misericórdia de Deus. Segundo o site da Comunidade Canção Nova, “Antigamente entre os hebreus, o jubileu era um ano declarado santo e que acontecia a cada 50 anos, no qual se devia restituir a igualdade a todos os filhos de Israel. A Igreja católica iniciou a tradição do Ano Santo com o Papa Bonifácio VIII em 1300. Ele planejou um jubileu por século. A partir de 1475, para possibilitar que cada geração vivesse pelo menos um Ano Santo, o jubileu ordinário passou a acontecer a cada 25 anos. Um jubileu extraordinário pode ser realizado em ocasião de um acontecimento de particular importância. Até hoje, foram 26 Anos Santos ordinários. O último foi o Jubileu de 2000. Quanto aos jubileus extraordinários, o último foi o de 1983, instituído por João Paulo II pelos 1950 anos da Redenção. A Igreja católica deu ao jubileu judaico um significado mais espiritual. Consiste em um perdão geral, uma indulgência aberta a todos, e uma possibilidade de renovar a relação com Deus e com o próximo. Assim, o Ano Santo é sempre uma oportunidade para aprofundar a fé e viver com renovado empenho o testemunho cristão.”

Dom Paulo Dal’Bó será ordenado bispo no próximo dia 12 de dezembro

Convite eletrônico_Ordenação_D.PauloDal'Bó
No próximo dia 12 de dezembro, às 17 horas, em Aracruz, a Diocese de Colatina viverá um momento histórico de graça e alegria: a ordenação episcopal de dom Paulo Bosi Dal’Bó. Dom Paulo é padre da Diocese de Colatina e foi nomeado bispo da Diocese de São Mateus pelo Papa Francisco no último dia 21 de outubro.
A celebração de ordenação acontece no ginásio da Arca, em Aracruz, e será presidida pelo primeiro bispo de Colatina e atual arcebispo de Mariana (MG), dom Geraldo Lyrio Rocha. Ao lado dele, estarão o atual bispo de Colatina, dom Joaquim Wladimir Lopes Dias, e o bispo emérito dom Décio Sossai Zandonade. Outros bispos, além de padres, familiares e fiéis de todo o estado devem participar desse momento solene.
Posse e primeiras missas
A posse de dom Paulo está marcada para o dia 26 de dezembro, às 17 horas, na Catedral de São Mateus. Essa missa de posse será presidida pelo presidente da Província Eclesiástica do Espírito Santo e arcebispo de Vitória, dom Luiz Mancilha Vilela.
Antes da posse, porém, dom Paulo presidirá suas primeiras missas como bispo. Confira a agenda:
13 de dezembro, às 19 horas, na Catedral de Colatina
15 de dezembro, às 18 horas, no Mosteiro Santíssima Trindade, em Colatina
19 de dezembro, às 19 horas, na Igreja Matriz de Itaguaçu
20 de dezembro, às 9h30, no Ginásio de Esportes de Rio Bananal
Fonte: www.diocesedecolatina.org.br

Tráfico de drogas gera mais de 100 inquéritos/mês em Linhares

Fonte:  Web Ales
O aumento da violência associada ao tráfico e uso de drogas em Linhares foi tema de audiência pública conjunta das comissões de Política sobre Drogas e de Assistência Social. O evento foi realizado no município pela Assembleia Legislativa, na noite da última quinta-feira (26/11/2015). 

O promotor Fernando Petrungaru, que atua na 3ª Promotoria Criminal de Linhares, informou que, nos últimos seis meses, tramitaram por seu gabinete mais de 600 inquéritos que se referem a envolvidos com o tráfico e uso de drogas. “São mais de 100 inquéritos por mês. É um índice muito elevado e precisamos de medidas urgentes para enfrentar esse problema”, defendeu. 

Segundo Petrungaru, apesar desses números “alarmantes”, Linhares ainda não dispõe de um delegado exclusivo para tratar do tráfico de entorpecentes. “Linhares e Sooretama (município vizinho) somam cerca de 200 mil habitantes e um número de promotores e juízes idênticos ao de Colatina, que tem 80 mil residentes a menos. Peço ao governador do Estado que reforce nosso quadro de promotores e juízes”, destacou. 

Prevenção 

O comandante do 12º BPM de Linhares, tenente-coronel Alex Voney, afirmou que a corporação tem cumprido a sua parte no combate ao crime na região de Linhares. Mas observou que é preciso aliar a isso investimentos em programas sociais e prevenções às drogas.  

O médico psiquiatra Gilson Giuberti, chefe da Coordenadoria Estadual sobre Drogas, órgão vinculado à Vice-Governadoria, argumentou que o governo está definindo ações nessa linha de trabalho. As ações para isso, segundo ele, constam dos objetivos de um programa denominado ProVive – Programa de Valorização da Vida. 

Uma das novidades se refere a mudanças no processo de triagem dos internos das comunidades terapêuticas, que não será mais centralizado na capital Vitória e funcionará nos próprios municípios onde essas comunidades estão instaladas. 

Conselhos municipais

Giuberti disse que o governo vai estimular também a ativação dos conselhos municipais sobre drogas para que as próprias comunidades locais possam influir na construção dos programas de prevenção aos entorpecentes por meio de redes com apoio do Sistema Único de Saúde (SUS) e das comunidades terapêuticas. 

O deputado Gilsinho Lopes (PP), vice-presidente da Comissão de Política sobre Drogas e membro efetivo da Comissão de Segurança, cobrou mais agilidade do Governo do Estado na implementação dos programas sociais. “A ocupação social não saiu do papel ainda. Não vemos isso acontecer nem na Grande Vitória”, afirmou. 
Diante de intervenções de moradores que pediram mais policiamento nas ruas de Linhares, o deputado afirmou que, infelizmente o que se vê são cortes no orçamento, tanto federal quanto estadual, nas verbas que poderiam ajudar no reforço dos efetivos policiais. 

Corte de verbas

“Esse ano o Governo Federal cortou R$ 14 bilhões nas verbas da segurança pública. Aqui no Espírito Santo houve cortes também. Em 2016 mais de 600 policiais civis vão se aposentar e o governador (Hartung) não quer abrir concurso”.  

A presidente da Comissão de Assistência Social, Eliana Dadalto (PTC), que tem base eleitoral em Linhares, defendeu a especialização de policiais para o combate às drogas no município. “Os policiais poderiam ser treinados especificamente para esse fim”. Gilsinho Lopes sugeriu à deputada elaborar uma indicação ao governador solicitando à implantação de uma delegacia de entorpecentes em Linhares. 

O deputado classificou o trabalho das polícias Civil e Miliar capixabas “referência” para o país. “Apesar de todas essas dificuldades, temos índices de resolução de até 40% dos crimes no Estado”. 

O parlamentar citou números sobre o aumento “vertiginoso” da população carcerária no Estado. De acordo com Gilsinho Lopes, houve um aumento de 11 mil para 18 mil presos nos últimos quatro anos. 

Modelo fracassado 

O aumento considerável da quantidade de presos no Estado provocaram algumas intervenções de pessoas que entendem necessário mudar o foco da repressão ao tráfico de drogas para outra forma de abordagem do problema. A alegação é de que o modelo atual estaria fracassado. 

O próprio comandante do 12º BPM de Linhares, Alex Volnei, chegou a dizer que sente uma sensação de estar “enxugando gelo”, pois o aumento da quantidade de presos demonstra que a polícia faz a sua parte, mas o problema da violência continua. 

O representante da Secretaria de Estado de Segurança Pública, Guilherme Pacífico, afirmou que o Governo do Estado tem consciência de que a questão da violência não será resolvida apenas com ação da polícia. “Queremos  envolver vários segmentos na busca de uma redução drástica desses índices. Isso envolve a sociedade civil e os poderes estadual, federal e os municípios”, afirmou. 

O presidente da comunidade terapêutica Grupo Resgate São Francisco de Assis, Altamir Ribeiro, condenou a política de repressão adotada no país. “O foco precisa mudar. Não adianta reduzirmos a maioria penal para 16 anos e colocarmos adolescentes nas cadeias. O Estado precisa investir pesado na educação das crianças e dos adolescentes. Os menores infratores, em sua maioria, estão abandonados na vida, não têm família e nem perspectiva de futuro. Acabam sendo atraídos para o mundo do tráfico de drogas e de outras formas de crimes”, ressaltou. 

Crianças no crime

O coordenador da área de inteligência do Instituto de Atendimento Sócio-Educativo do Espírito Santo (Iases), Carlos Henrique Barbosa, reforçou as palavras de Ribeiro e afirmou que, no instituto, há crianças 12 e 13 anos recolhidas devido a envolvimento com drogas e à participação em facções criminosas. 

De acordo com ele, na unidade do Iases em Linhares há 270 adolescentes internados, uma superlotação para um espaço que deveria ter, no máximo 97 internos. “Sessenta e oito por cento não teve convivência paterna, mais de 30% não estavam na escola. Oitenta por cento dos homicídios cometidos por esses adolescentes é devido ao tráfico”, informou. 

A deputada Eliana Dadalto afirmou que a Comissão de Assistência Social vai continuar buscando soluções para a redução da criminalidade no Espírito Santo, num trabalho conjunto com outras comissões da Casa.

“É um assunto que envolve vários outros esforços, como por exemplo,  os de redução das desigualdades sociais, de investimentos na educação e na especialização das polícias. Nossa missão enquanto parlamentares é provocar o debate e apontar soluções para o poder público”.  

Wanderley Araújo/Web Ales 
(Reprodução autorizada mediante citação da Web Ales)


domingo, 29 de novembro de 2015

ACORDO Mais pontos de entrega de água mineral à população de Colatina/ES

Texto: Paulo R. Maciel para o blog WWW.REPORTERPAULOMACIEL.BLOGSPOT.COM
Um acordo com a Justiça garantiu o aumento do número de pontos de entrega de água mineral em Colatina. Serão sessenta a partir das 17h deste domingo (29/11/2015). Segundo o prefeito Leonardo Deptulski, todo bairro praticamente terá um local de entrega do produto perto da casa dos moradores. Isso evitará as longas filas que vêm se formando na cidade desde o dia 17 de novembro, quando a água com rejeitos proveniente do rompimento de barragens da Samarco, em Mariana/MG, chegou ao rio Doce, em Colatina/ES. Veja abaixo a notícia completa sobre o assunto publicada no site do TJES.

Colatina terá mais segurança na distribuição de água mineral
Na sexta-feira (27/11/2015), o Tribunal de Justiça do Espírito Santo promoveu um acordo para garantir mais segurança na distribuição de água mineral à população de Colatina. O acordo foi firmado em uma audiência de conciliação entre o Ministério Público e o Sanear – Serviço Colatinense de Meio Ambiente e Saneamento Ambiental, conduzida pelo desembargador Telêmaco Antunes de Abreu Filho. A audiência contou ainda com a participação de representantes da Secretaria de Segurança Pública do Estado, da Prefeitura de Colatina, da Defensoria Pública, da OAB, da Defesa Civil, da Polícia Militar, do Poder Legislativo estadual e o do CREA.
Pelo acordo estabelecido, a Prefeitura de Colatina aumentará para 60 a quantidade de pontos de distribuição de água mineral fornecida pela Samarco, ampliando o que estava determinado no Termo de Compromisso Socioambiental, assinado entre a empresa e o Ministério Público. A prefeitura também deverá indicar os locais de distribuição, que deverão ser fixos e funcionar diariamente, das 17h às 20h.
A Samarco, por sua vez, deverá fornecer alimentação, hospedagem e veículos para instrumentar a operação, além de reforço de pessoal para a distribuição nos pontos indicados. E o Estado do Espírito Santo vai aumentar para 150 o número de policiais militares que vão operar junto com os 100 militares do Exército, que já estão atuando na cidade.
O Prefeito de Colatina, Leonardo Deptulski, lembrou que em poucos dias a cidade passou por muitos conflitos. “A dificuldade era como operacionalizar com segurança. Mas hoje conseguimos ampliar essa estrutura e acho que esse acordo vai levar mais tranquilidade e fazer com que haja mais justiça na entrega da água”. O Secretário de Segurança Pública, André Garcia, também está confiante: “Esperamos que com a ampliação dos pontos, com a presença policial e com a regularização da captação da água, a situação se normalize”. Sobre o acordo firmado, o desembargador Telêmaco Antunes destacou: “o ponto fundamental foi a iniciativa do Poder Judiciário de ter chamado os segmentos da sociedade e conseguido resolver de forma racional e amigável”. E o Procurador de Justiça, Alexandre José Guimarães, acrescentou que a justiça não pode ser feita na base de sentenças. “A justiça que queremos hoje no Brasil é aquela em que o povo consegue chegar até o juiz. E foi exatamente o que aconteceu hoje no TJES. Chegamos ao juiz, ele entendeu a situação e assim foi possível achar uma solução factível, que trará mais segurança à população”.  Vitória, 27 de novembro de 2015. Fonte e informações à imprensa: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social do TJES, com texto de Tais Valle - tsvalle@tjes.jus.br, telefones 3334-2261 / 3334-2262. Andréa Resende, assessora de Comunicação do TJES, telefone (27) 3334-2261,  e-mail imprensa@tjes.jus.br e site www.tjes.jus.br .

sábado, 28 de novembro de 2015

SENADO - Prisão de Delcídio e projetos sobre infraestrutura marcaram a semana

Delcídio preso

O Senado decidiu, na quarta-feira (25), manter a prisão do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), líder do governo na Casa. Foram 59 votos favoráveis, 13 contrários e uma abstenção. A prisão foi pedida pelo Supremo Tribunal Federal, sob a acusação que Delcídio estava agindo para atrapalhar a Operação Lava-Jato, que investiga esquema de corrupção na Petrobras. Ele foi flagrado em gravação oferecendo um plano de fuga ao ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, que está preso.

'Licenciamento ambiental especial'

A Comissão Especial do Desenvolvimento Nacional aprovou na quarta-feira (25) o projeto que acelera a liberação de licenças ambientais para grandes empreendimentos de infraestrutura. O Projeto de Lei do Senado (PLS) 654/2015, do senador Romero Jucá (PMDB-RR), faz parte da Agenda Brasil, cujo objetivo é retomar o crescimento econômico.

Mariana

A Subcomissão Permanente de Acompanhamento do Setor de Mineração reuniu especialistas, na terça-feira (24), para debater a catástrofe ambiental de Mariana (MG), ocorrido dia 5 de novembro, que deixou um rastro de destruição por todo o Rio Doce, até o litoral do Espírito Santo. Mônica Von Huelsen, do Observatório Sismológico da UnB, disse os pequenos tremores de terra uma hora antes do rompimento das barragens do Fundão e Santarém, da Samarco, não causaram o desastre. O presidente interino do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Telton Elber, informou que há somente seis fiscais em Minas Gerais para 206 barragens, várias delas de alto risco.

Compensação para hidrelétricas

Na terça-feira (24), o Plenário aprovou o Projeto de Lei de Conversão (PLV) 23/2015, decorrente da Medida Provisória (MP)688/2015, que compensa as usinas hidrelétricas pelo déficit na geração de energia em razão da escassez de chuva. A MP também transfere ao consumidor final o futuro risco hidrológico (pela falta de chuvas) na geração hidrelétrica de energia e prorroga contratos das usinas ou suas concessões para compensar os prejuízos de 2015 com a geração menor.

Marco da Ciência e Tecnologia

Na terça-feira (24), as comissões de Assuntos Econômicos (CAE) e de Ciência e Tecnologia (CCT) aprovaram o PLC77/2015, conhecido como Marco da Ciência e da Tecnologia. O projeto, que promove uma série de ações para o incentivo à pesquisa, à inovação e ao desenvolvimento científico e tecnológico, está na pauta do Plenário em regime de urgência e, se aprovado, vai para sanção presidencial.

Simples Nacional

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) promoveu nesta segunda-feira (23) uma audiência pública em São Paulo para discutir o PLC 125/2015- Complementar. O projeto aumenta o limite para enquadramento da microempresa no regime do Simples Nacional. A reunião contou com a presença do diretor-presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, e do diretor do Departamento da Micro, Pequena e Média Indústria da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Milton Antonio Bogus.

Mariana

A Subcomissão Permanente de Acompanhamento do Setor de Mineração reuniu especialistas, na terça-feira (24), para debater o desastre ambiental de Mariana (MG), ocorrido dia 5 de novembro. Mônica Von Huelsen, do Observatório Sismológico da UnB, disse que houve quatro tremores de terra de pequena magnitude uma hora antes do rompimento das barragens do Fundão e Santarém, mas que não causaram o acidente. O presidente interino do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Telton Elber, informou que só há seis fiscais em Minas Gerais para 206 barragens.

Rodovias sem bebidas alcoólicas

Na terça-feira (24), os senadores que integram a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovaram a proibição da venda de bebidas alcoólicas em condições de pronto consumo nos estabelecimentos situados às margens das rodovias federais. De autoria do senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), o PLS 169/2011 seguiu para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania. A proposta recebeu substitutivo do relator, senador Valdir Raupp (PMDB-RO), que não considerou razoável estender a proibição da venda de bebidas alcoólicas aos postos de venda de combustíveis localizados em áreas urbanas, fora das margens das rodovias.

Botão do pânico

Audiência pública, na terça-feira (24), da Comissão Mista de Combate à Violência contra a Mulher, tratou da eficácia do botão do pânico e da tornozeleira eletrônica, instrumentos de medidas protetivas contra as agressões domésticas e familiares. As debatedoras atestaram o sucesso dos dispositivos eletrônicos e defenderam a ampliação do serviço para todo o país, com garantia do acompanhamento e cumprimento da Lei Maria da Penha.

Médicos estrangeiros

Na terça-feira (24), a Comissão de Educação (CE) aprovou o PLS 138/2012, que regulamenta o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por universidades estrangeiras (Revalida). O texto, que reforça o que já é estabelecido por meio de portaria do governo, inclui o Conselho Federal de Medicina como colaborador do governo na realização do exame, pelo qual os os médicos estrangeiros em atuação no Brasil serão obrigados a passar. Do ex-senador Paulo Davim, o texto foi aprovado em caráter terminativo e teve relatório favorável do senador Otto Alencar (PSD-BA), que incluiu emenda para determinar que o Ministério da Educação realize o Revalida no primeiro trimestre de cada ano, caso haja necessidade, por provocação de interessados.​

CPI do Assassinato de Jovens

A CPI do Assassinato de Jovens reuniu-se, em audiência pública na Bahia, na segunda-feira (23). O objetivo foi discutir com autoridades locais, o número crescente de mortes de jovens no Estado. Estiveram na reunião, representantes da Secretaria Estadual de Segurança da Bahia, das Polícias Civil e Militar, do Ministério Público e da Vara de Infância.

Energia

Na quinta-feira (25), a Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) fez audiência pública, para discutir abastecimento de energia no país. Durante a reunião, o secretário-executivo do Ministério das Minas e Energia, Luiz Eduardo Barata, garantiu que a população brasileira não corre riscos de desabastecimento crônico de energia.

Lei Geral do Desporto

Na segunda-feira (23), a comissão de juristas responsável pela de atualização da Lei Geral do Desporto realizou mais uma reunião. Os juristas afirmaram que o desafio da comissão é estabelecer um novo marco regulatório que não ignore o caráter profissional de um grande número de modalidades esportivas. A comissão aprovou a realização de várias audiências públicas.
Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

SENAC de Colatina/ES oferece “cursos de férias” em janeiro com taxa única de R$ 15,00

Texto: Paulo R. Maciel para o blog WWW.REPORTERPAULOMACIEL.BLOGSPOT.COM

O Senac de Colatina já está divulgando a programação de cursos para 2016 (janeiro, fevereiro e março), entre os quais há os gratuitos, alguns com taxa única de apenas R$ 15,00  e outros com valores diferenciados. Os gratuitos, desde que o candidato atenda aos requisitos exigidos, são: Assistente de Logística, Recepcionista, Depilador, Operador de Computador, Assistente Administrativo, Montador de Reparador de Computadores, Cuidador Infantil, Técnico em Contabilidade, Manicure e Pedicure, Técnico em Administração, Assistente Financeiro e Almoxarife. Quanto aos Cursos de Férias em janeiro terão taxa única de R$ 15,00. São eles: A Importância da Motivação em Ambiente de Trabalho; Administração de Conflitos: Uma Habilidade para o Sucesso; Elaboração de Currículo e Comportamento em Entrevista; Elaborando Currículo Profissional – Word, Plataforma Lattes e Linkedin; Empregabilidade e Postura Profissional; Excel – Organização Financeira: Controle de Gastos Pessoais; Google Drive – Acessar, Armazenar e Compartilhar Arquivos; Logística Reversa – Aspectos Estratégicos e Operacionais; Massagem Relaxante para os Pés; Você no Facebook. Mais informações sobre os outros cursos, nas áreas de Administração e Negócios, Informática, Beleza e Saúde e Ténicos, podem ser obtidas na sede da unidade do Senac de Colatina, situada na avenida Dr. Adauto Barcellos de Carvalho (Avenida Delta), nº 400, bairro Esplanada, Colatina-ES, CEP 29702-635, telefone (0xx27) 3770-5450. As páginas eletrônicas do Senac são: SITE -  www.es.senac.br, FACEBOOK -  fb/senacespiritosanto e TWITTER - @senaces .

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Vitória - Mutirão de negociação de dívidas com a Prefeitura vai até esta sexta

O Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo (TJES) e a Prefeitura de Vitória estão dialogando com contribuintes em débito com o município em um grande mutirão para regularizar pendências e evitar processos e medidas mais drásticas, como bloqueio de contas bancárias e penhora de imóveis. O mutirão, que teve início na última segunda (23/11/2015) e será encerrado nesta sexta-feira (27), permite a negociação de dívidas de IPTU, ISS e multas de diversos tipos. Ele está sendo realizado durante a 10ª edição da Semana Nacional da Conciliação, campanha idealizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e promovida pelos tribunais de todo o Brasil. Estão sendo negociados tanto os débitos não judicializados quanto as dívidas que já viraram objeto de ações de execução fiscal. Para participar das audiências, é necessário que os interessados estejam munidos de Carteira de Identidade e CPF. Cerca de 200 contribuintes foram atendidos apenas nos dois primeiros dias. As audiências são realizadas na Escola de Formação Profissional de Saúde (Etsus-Vitória), localizada na rua Maria de Lourdes Garcia, 474, na Ilha de Santa Maria, das 9 horas às 11h30 e das 13h30 às 17 horas. Oportunidade "É uma boa oportunidade para evitar a inclusão ou a permanência do contribuinte nos órgãos de restrição de crédito, além de evitar uma medida mais drástica nos processos judiciais, tais como bloqueio de conta bancária, penhora de bens e até do próprio imóvel", disse a subprocuradora geral do Município, Alessandra Costa Ferreira Nunes. "É bom para o contribuinte, que tem a chance de regularizar sua dívida com o município obtendo desconto, é bom também para a arrecadação municipal, uma vez que as receitas estão em baixa, e é muito bom para o Judiciário, porque ele é pré-processual e esses casos deixarão de existir, desafogando as varas", avaliou o titular da 1ª Vara da Fazenda Pública Privativa das Execuções Fiscais Municipais de Vitória, juiz Anselmo Laghi Laranja. Atendimento O artista plástico Jorge Solé foi ao mutirão na manhã da última quarta-feira (25) e elogiou o atendimento. "O atendimento é excelente, e a organização está ótima. A negociação me satisfez, já que obtive desconto de cerca de 50%", disse Solé, que tem uma dívida de ISS com a Prefeitura de Vitória porque abriu uma empresa, mas não deu baixa. "Não fechei a empresa e reconheço que a culpa é minha. Quando recebi a correspondência, me assustei, mas saio daqui com um desconto de R$ 1,6 mil, isso é mais da metade". Certidão A negociação com o município possibilita ao contribuinte obter certidão de regularidade com a Fazenda Municipal. Para uma empresa, isso é essencial para participar, por exemplo, de licitações em qualquer órgão público. Já no caso de pessoa física, a regularidade é imprescindível para receber possíveis créditos junto ao município e evitar a inscrição em órgãos de restrição ao crédito. Por outro lado, a existência de uma execução judicial significa que, a qualquer momento, pode se materializar o bloqueio de dinheiro em conta bancária do devedor ou penhora de bens. Fonte: www.vitoria.es.gov.br

Leilão da ANEEL negocia todas as 29 hidrelétricas ofertadas

25/11/2015
O Leilão nº 12/2015-ANEEL, promovido pela Agência Nacional de Energia Elétrica nesta quarta-feira (25/11/2015), arrematou todos os 29 lotes que somam 6.000 megawatts (MW) de potência instalada. O total anual negociado (GAG + RBO) foi de R$ 3.127.826.128,34, que resultou em deságio médio de 0,32%. A bonificação alcançada pelas outorgas é de R$ 17 bilhões e os contratos de concessão terão prazo de 30 anos contados a partir da assinatura. O leilão foi realizado na BM&FBOVESPA, em São Paulo (SP).

O deságio alcançado no certame significa que as empresas vencedoras operarão as usinas licitadas por um valor menor que o estabelecido como máximo pela Agência – o que reverte para a modicidade tarifária.

O maior deságio, de 13,58%, foi verificado no Lote A, composto pela usina de Rochedo e arrematado pela Celg Geração e Transmissão S.A.O valor ofertado pela empresa, de R$ 5.006.000 foi menor que o valor-teto estabelecido pela Agência para o lote de R$ 5.792.970,07.

O primeiro e maior lote leiloado era formado pelas usinas hidrelétricas de Jupiá e Ilha Solteira e foi vencido pela China Three Gorges Brasil Energia Ltda. O valor ofertado pelo lote foi de R$ 2.381.037.417,00, para um valor-teto de R$ 2.381.037.418,68.

A usina hidrelétrica Parigot de Souza, referente ao Lote B1, será operada pela Copel Geração e Transmissão S.A. O valor ofertado pelo lote foi igual ao valor-teto de R$ 130.865.794,29.

O Lote B2, com as usinas Mourão I e Paranapanema, foi vencido pela Enel Green Power Brasil Participações Ltda. O valor ofertado pelo lote foi de R$ 43.259.827, o que representa um deságio de 1% em relação ao teto de R$ 43.696.795,09.

O Lote D foi vencido pela Cemig Geração e Transmissão S.A.O valor ofertado pelo lote foi de R$ 498.694.000, para um valor-teto de R$ 503.752.127,54, com deságio de 1% . A bonificação pela outorga por 30 anos de concessão das 18 usinas hidrelétricas é R$ 2.216.352.626,58. São elas: Três Marias, Itutinga, Salto Grande, Camargos, Ervália, Coronel Domiciano, Sinceridade, Neblina, Cajuru, Gafanhoto, Marmelos, Joasal, Paciência, Piau, Peti, Dona Rita, Tronqueiras e Martins.

A Celesc Geração S.A. levou o Lote C, último a ser ofertado, com um valor ofertado de R$ 68.863.090,05, para o teto de R$ 72.753.550,01 – deságio de 5,21%. O lote trouxe as usinas Garcia, Bracinho, Cedros, Salto e Palmeiras.

No certame foram ofertadas em cinco lotes (e oito sublotes) as outorgas de concessão de 29 usinas hidrelétricas que somam mais de 6.000 MW de potência instalada. A bonificação pelo total de outorgas é de R$ 17 bilhões e os contratos de concessão terão prazo de 30 anos contados a partir da assinatura.

O Leilão nº 12/2015, denominado Leilão de Contratação de Concessões de Usinas Hidrelétricas em Regime de alocação de Cotas de Garantia Física e Potência, declara vencedora do lote ou sublote licitado a proponente que ofertou o menor valor do somatório do Custo de Gestão dos Ativos de Geração – GAG (incluindo as melhorias a serem executadas durante o prazo da concessão) e da parcela de Retorno da Bonificação pela Outorga – RBO, o qual corresponde ao Preço Global pela Prestação do Serviço de Geração, em Reais por ano.

Produção de água tratada é retomada em Colatina/ES e em quatro dias espera-se normalização do abastecimento

Com os resultados positivos das análises da qualidade da água em Colatina foram retomados o abastecimento da cidade por meio das Estações de Tratamento de Água. Desde o dia 18 de novembro a captação foi suspensa em Colatina, com a chegada da onda de lama com o rompimento da barragem da Samarco, em Mariana, MG.
Com apoio de especialistas e técnicos em tratamento de água, que atuaram no restabelecimento da captação em Governador Valadares, a Prefeitura e o Sanear vêm realizando testes e acompanhando a evolução dos exames, obtendo neste domingo um resultado de análise de água completamente dentro dos padrões estabelecidos pelo Ministério da Saúde por meio da Portaria 2914/2011. Com o restabelecimento da captação no rio Doce, será retomada aos poucos a produção de água tratada, mas como os reservatórios estão vazios, serão precisos até quatro dias para restabelecer o abastecimento em toda cidade.
Tanfloc
O Tanfloc é extraído de um vegetal (Acácia Negra) através  de sua casca, portanto trata-se de um produto natural. Ele é biodegradável e não consome alcalinidade do meio, por isso não altera o pH da água tratada, além de que os resíduos produzidos em decantadores são cerca de aproximadamente 10% do que produzido com outros produtos similares. Para que o uso do Tanfloc fosse possível foram realizados diversos teste. Esses testes asseguram a qualidade da água. “Sobre hipótese alguma iremos oferecer a população uma água que não esteja segura. Todo nosso trabalho está dentro dos parâmetros de legislação”, garante o engenheiro João Virgílio. 26/11/2015 - Site da notícia: www.colatina.es.gov.br

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Com volta de captação no rio Doce, espera-se retomada gradativa de abastecimento de água encanada em Colatina/ES

Nesta quarta-feira (25/11/2015) a captação do rio Doce foi retomada em Colatina. O Sanear retomou a captação e o tratamento depois do resultado positivo da análise feita pelo laboratório Tommasi. Na terça-feira (24) a captação havia sido novamente interrompida devido ao alto nível da turbidez da água. Com apoio de especialistas e técnicos em tratamento de água, que atuaram no restabelecimento da captação em Governador Valadares, a Prefeitura e o Sanear vêm realizando testes e acompanhando a evolução dos exames, obtendo neste domingo um resultado de análise de água completamente dentro dos padrões estabelecidos pelo Ministério da Saúde por meio da Portaria 2914/2011. Com base em resultados de analises de água feitos pelo laboratório Tommasi, que estão publicados nas redes sociais da Prefeitura e encaminhados para o Ministério Público e Judiciário, a captação ocorre de forma segura. Continuamos com o apoio de um engenheiro químico, com uma equipe técnica além da FUNASA – Fundação Nacional de Saúde, com um laboratório móvel para auxilio nas analises da água tratada. Os resultados de todas as analises de água tratada estão dentro dos parâmetros do Ministério da Saúde para distribuição e por orientação do engenheiro químico do Sanear, ampliamos o controle e o acompanhamento no processo de tratamento de água. “Nós estamos fazendo todo o processo com segurança e aos poucos vamos retomar o abastecimento gradativamente. Esse é um avanço muito grande porque não é fácil abastecer a cidade toda com carros-pipa. Nós pedimos desculpas pelas nossas falhas. Para operar todo nosso esquema emergencial mais de 600 pessoas estão trabalhando incansavelmente para que tudo se normalize”, explicou Leonardo Deptulski. Com o restabelecimento da captação no rio Doce, será retomada aos poucos a produção de água tratada, mas como os reservatórios estão vazios, serão precisos até quatro dias para restabelecer o abastecimento em toda cidade. Segundo o coronel da Defesa Civil Fabiano Bonno é possível que a primeira água que chegue as casas apresente uma coloração mais escura. “A rede que abastece a cidade esteve com o abastecimento precário durante cinco dias, como a água chegará com mais pressão às casas acaba também levando um pouco de sujeira dos canos, isso é normal. Orientamos que a população aproveite essa água para lavar suas caixas d’água”. Tanfloc - O Tanfloc é extraído de um vegetal (Acácia Negra) através  de sua casca, portanto trata-se de um produto natural. Ele é biodegradável e não consome alcalinidade do meio, por isso não altera o pH da água tratada, além de que os resíduos produzidos em decantadores são cerca de aproximadamente 10% do que produzido com outros produtos similares. Para que o uso do Tanfloc fosse possível foram realizados diversos teste. Esses testes asseguram a qualidade da água. “Sobre hipótese alguma iremos oferecer a população uma água que não esteja de acordo com os padrões de potabilidade. Todo nosso trabalho está dentro dos parâmetros de legislação”, garante o engenheiro João VirgílioCaptação - Desde quarta-feira (18) quando a captação foi suspensa em Colatina, com a chegada da onda de lama com o rompimento da barragem de Mariana (MG), não foram medidos esforços para manter parte do abastecimento da cidade. Mesmo com o restabelecimento da captação será mantida toda estrutura de carros-pipa captando água da lagoa e levando para as três estações de tratamento da cidade. Até o completo restabelecimento do abastecimento do município terá continuidade a entrega de água mineral que esta sendo executada pela empresa Samarco com apoio do Exército e da Policia Militar. O restabelecimento da captação traz segurança e a normalidade a vida e a cidade. Destacamos ainda o apoio do Governo Estadual, Federal, de toda sociedade e principalmente de toda população de Colatina que apesar de sofrer o impacto vem sendo solidária e compreendendo as dificuldades deste que é, sem dúvidas, um dos maiores desastres ambientais da historia do Brasil. Fonte: www.colatina.es.gov.br 25/11/2015

Renda de R$ 1,5 milhão mensais para ganhador dos R$ 205 milhões da Mega-Sena

Texto: Paulo R. Maciel p/o blog WWW.REPORTERPAULOMACIEL.BLOGSPOT.COM


R$ 205 milhões da Mega-Sena sai para uma única aposta. Aplicado na poupança prêmio rende R$
1,5 milhão por mês

Apenas uma aposta, do Distrito Federal (Brasília), foi a ganhadora do maior prêmio da Mega-Sena em sorteios normais: R$ 205.329.753,89. O prêmio do teste número 1.764 (o sorteio ocorreu na noite desta quarta-feira, 25/11/2015) é resultado de dez concursos acumulados. Se esse dinheiro for aplicado na caderneta de poupança, o felizardo terá uma renda mensal de R$ 1,5 milhão. Na faixa com cinco dezenas acertadas foram 401 ganhadores, cabendo a cada um R$ 58.622,54. Com quatro dezenas, foram 33.850 acertadores com prêmio individual de R$ 992,09A arrecadação total da Caixa Econômica Federal foi de R$ 401.527.962,50.  As dezenas sorteadas foram: 06, 07, 29, 39, 41 e 55.

Senadores decidem manter prisão de Delcídio do Amaral

Fonte: Agência Senado
O Plenário do Senado decidiu, nesta quarta-feira (25/11/2015), pela manutenção da prisão do senador  Delcídio do Amaral (PT-MS), líder do governo na Casa. Em sessão extraordinária foi acolhida a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de prender preventivamente o senador. O painel registrou 59 votos a favor, 13 contrários e uma abstenção.
Delcídio foi preso na manhã desta quarta-feira pela Polícia Federal por suspeita de obstrução da Operação Lava-Jato, que investiga esquema de corrupção na Petrobras.  A prisão preventiva foi autorizada pelo ministro do Supremo, Teori Zavascki após apresentação de provas pelo Ministério Público Federal (MPF). A decisão foi depois referendada pela Segunda Turma do STF e encaminhada ao Senado.
Segundo a documentação encaminhada pelo ministro do STF, o senador teria negociado a fuga do ex-diretor da área internacional da estatal, Nestor Cerveró, para evitar uma possível colaboração premiada com a Justiça. Em troca do silêncio seriam oferecidos R$ 50 mil mensais à família de Cerveró, que está preso desde janeiro deste ano.
A sessão extraordinária foi realizada para cumprir o que determina a Constituição Federal em caso de prisão de senador em exercício (artigo 53). No entanto, o texto constitucional, na avaliação dos senadores, é vago sobre a forma de votação, se aberta ou sigilosa. Esse ponto provocou debate no Plenário por mais de duas horas.
Questionado por vários senadores, o presidente da Casa, Renan Calheiros, embasado em um parecer, decidiu pela votação secreta, de acordo com o que determina o Regimento Interno do Senado (artigo 291). Mesmo assim, imediatamente Renan recorreu "de ofício" ao Plenário sobre a própria decisão de rejeitar as questões de ordem. Isto permitiu que a maioria dos senadores decidisse pela realização de votação aberta.
— Uma emenda constitucional [PEC 35/2011] fez com que o voto aberto passasse a ser regra, mesmo para o caso de cassação dos parlamentares. É o desejo da sociedade, do povo, pelo voto aberto — disse o líder do PSDB, Cássio Cunha Lima (PB).
O senador Jader Barbalho (PMDB-PA) defendeu o voto secreto, argumentando que estava em jogo a própria imagem da instituição Senado Federal.

Resultado

Os debates continuaram durante todo o processo de votação no painel eletrônico. O líder do PT no Senado, Humberto costa (PE),  justificou seu voto pelo relaxamento da prisão de Delcídio por temer que se abra um “precedente perigoso”.
— Imagine se a partir de agora os Tribunais de Justiça resolverem mandar prender deputados estaduais, sem o entendimento de ter sido em flagrante. O que estamos defendendo aqui é um princípio da democracia — declarou.
Na oposição, o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) observou que Delcídio ainda não foi condenado e tampouco exerceu seu direito de defesa, mas ressaltou a existência de indícios fortes que apontam o envolvimento do petista, a partir do registro e divulgação de diálogos “sórdidos, chocantes, acabrunhantes”.
— Há indícios de caracterização de organização criminosa para impedir investigação criminal, propiciando fuga de pessoas que poderão ser sentenciadas, prometendo meios materiais para isso, prometendo atuar junto a ministro do STF e ao vice-presidente da República para comprar o silêncio de Cerveró, que nas suas delações poderia envolver mais pessoas. Há indícios de organização criminosa, que não permite concessão de fiança — afirmou.
Aloysio ressaltou ainda que a imunidade parlamentar não é patrimônio pessoal, mas atributo  do mandato, e não do seu titular, a quem ela não confere o direito de abusar do mandato.

Mandado de segurança

Antes da divulgação do resultado, o ministro Luiz Edson Fachin, do STF, deferiu dois mandados de segurança dos senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Ronaldo Caiado (DEM-GO) pela votação aberta no Senado. A decisão gerou mais debates entre os senadores, dessa vez sobre o equilíbrio entre os poderes da República.
Pouco antes do final da sessão, diante de queixas de senadores de que a Polícia Federal teria vindo ao Legislativo sem respeitar a independência dos poderes, o presidente do Senado fez uma avaliação sobre o momento.
— A Polícia [Federal] vir aqui cumprindo ordem judicial, isso é democrático, é natural. Nós é que precisamos dar respostas, o que não é democrático é nós permitirmos que se possa prender um congressista no exercício do seu mandato sem culpa formada. Talvez um dia nós possamos avaliar o que significou esse dia para o Legislativo brasileiro — concluiu Renan.
Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Novas análises fazem Sanear retomar captação de água no rio Doce nesta quarta-feira

Texto e fotos: Paulo R. Maciel para o blog WWW.REPORTERPAULOMACIEL.BLOGSPOT.COM
A água voltou a ser captada, nesta quarta-feira (25/11/2015), no leito do rio Doce pelo Serviço Colatinense de Meio Ambiente e Saneamento Ambiental (Sanear), depois da interrupção  ocorrida na noite do último domingo (22/11/2015). As novas análises químicas no rio comprovaram, segundo o Poder Público Municipal, que a água, ainda que barrenta, pode ser submetida ao processo de tratamento para torna-la potável. Essa nova retomada da captação e tratamento está sendo feita (começou às 5h) pela Estação de Tratamento (ETA) do bairro Nossa Senhora Aparecida, na zona norte da cidade (lado da Grande São Silvano). Na zona sul da cidade,  mais precisamente na rua Humberto de Campos (via de acesso aos bairros Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Operário e Moacir Brotas), foi instalado, na noite passada (24/11), um reservatório de plástico no ponto de ônibus perto da rua Pedro Chagas. PROTESTOS - Na mesma noite houve dezoito manifestações de moradores em várias comunidades, protestando contra a escassez do “líquido precioso” e a Polícia Militar esteve nos locais para negociar e evitar problemas maiores.  Basicamente, o que os moradores pediam era a colocação dos reservatórios móveis de 10 mil litros em mais comunidades, em pontos mais próximos das residências. O Grupo de Apoio Operacional (GAO)  agiu firmemente  para tentar manter a ordem pública. Alguns manifestantes mais exaltados foram detidos e depois liberados. Segundo a PM, um militar do GAO ficou ferido, pois houve arremesso de pedras. Um oficial disse que A PM está sensível às reivindicações populares, mas pede que os colatinenses levem as reivindicações para o posto de comando, pois as manifestações acabam impedindo o acesso da própria ajuda emergencial às comunidades. NASCENTES - Na rua Paulo Resende, no bairro Operário, muitos moradores estão se abastecendo com água de nascentes que existem há décadas na região. EleS levam baldes e garrafas para encher em pontos onde fizeram bicas através de tubulações de PVC ou de aço. Até caixas d'água de amianto foram colocadas para facilitar a retiradas do líquido. Segundo moradores mais antigos da grota entre os bairros Operário, Bela Vista e Vista da Serra, a nascente ali existente nunca secou e sempre foi  um ponto de "salvação" em situações de aridez.
“Encontro”
A cidade de Colatina, que há cerca de dez dias vem sendo tema da pauta de reportagens dos grandes jornais de circulação nacional, da TV e mídia em geral, foi destaque, na manhã desta quarta-feira (25/11/2015), no programa “Encontro” (TV Globo), da jornalista Fátima Bernardes. Uma reportagem especial apresentou ao Brasil o menino Nícolas em sua atuação junto aos ambientalistas que recolhiam espécies nativas do rio Doce para salvamento e transporte para lagoas. Como a falta de abastecimento de água pela rede encanada permanece na maioria das unidades consumidoras, as pautas jornalísticas (e até de outros programas) continuarão voltadas para o município durante algum tempo, não se sabe ainda até quando. As autoridades não dão um prazo para que a lama termine de passar pela cidade. 

Ministério da Saúde investiga aumento de casos de microcefalia em Pernambuco

O Ministério da Saúde informa que está acompanhando a notificação e investigação dos casos de microcefalia em Pernambuco desde o dia 22 de outubro, quando foi notificado. Uma Equipe de Resposta Rápida às Emergências em Saúde Pública do Ministério da Saúde - formada inicialmente por seis profissionais epidemiologistas – viajou, imediatamente, para Recife para apoiar as Secretarias de Saúde do estado e dos municípios nas investigações de campo. O fato também foi comunicado à Organização Mundial de Saúde e Organização Pan-americana de Saúde, conforme os protocolos internacionais de notificações de doenças.
Até o dia 09/11, foram notificados 141 casos suspeitos de microcefalia em Pernambuco, em 44 municípios do estado. Em média, por ano, o estado registrava por volta de dez casos. Nas crianças e nas gestantes, estão sendo realizados exames clínicos, de imagem e laboratorial, conforme protocolo definido pelo Ministério da Saúde e  Secretaria de Saúde de Pernambuco. É importante esclarecer que as investigações estão em andamento e, até o momento, não há definição da causa do agravo, seja infecciosa ou não.
O Ministério da Saúde recebeu também relatos dos estados da Paraíba e do Rio Grande do Norte sobre o mesmo assunto. Todas essas suspeitas estão sendo investigadas e contam com o monitoramento de equipes do Ministério da Saúde.
Diante da situação, o Ministério da Saúde declarou, nesta quarta-feira (11), Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional para dar maior agilidade às investigações. Trata-se de um mecanismo previsto em lei para casos de emergências em saúde pública que demandem o emprego urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública.
O Ministério da Saúde também ativou, nessa terça-feira (10), o Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES), em Brasília. Trata-se de um mecanismo de gestão de crise, que reúne as diversas áreas que podem concorrer para resposta a esse evento de forma que o assunto seja tratado como prioridade.
A microcefalia não é um agravo novo. Trata-se de uma malformação congênita, em que o cérebro não se desenvolve de maneira adequada. Na atual situação, a investigação da causa é que tem preocupado as autoridades de saúde. Neste caso, os bebês  nascem com perímetro cefálico (PC) menor que o normal, que habitualmente é superior a  33 cm. Esse defeito congênito pode ser efeito de uma série de fatores de diferentes origens, como as substâncias químicas, agentes biológicos (infecciosos), como bactérias, vírus e radiação.
Atendimento à Imprensa(61) 3315-3580 / 2745 / 2351

Sufoco: Colatinenses entram no oitavo dia sem água e pessimismo aumenta com suspensão de captação

 Na fila do fim de tarde para receber água mineral, consumidores dobram quarteirão no conjunto da Vale, no aterro da Praça Sol Poente. Abaixo uma foto de reportagem da TV Globo sobre as filas nos bairros da cidade
Texto e fotos: Paulo R. Maciel para o blog WWW.REPORTERPAULOMACIEL.BLOGSPOT.COM
Colatinenses  entram no oitavo dia sem água encanada nas unidades consumidoras. Com a nova suspensão de captação de água no rio Doce, medida tomada na noite de domingo (22/11//2015), as expetativas da população são bastante pessimistas. O que mais se fala no município é sobre a falta de abastecimento e a qualidade da água. Em meio ao sufoco geral diante do quadro de emergência, continuam as longas filas para se conseguir alguma quantidade mínima de água mineral. Um dos pontos de de entrega é o aterro da Praça Sol Poente (veja foto), onde se verifica a aglomeração em todos os fins de tarde. É uma multidão de gente, que dobra o quarteirão do conjunto residencial da Vale. Apesar disso, as pessoas não desistem pois precisam de algum alento para sustentar da família, que não pode viver sem água. Na subida da rua Humberto de Campos (entre a rua Florisvaldo Caetano e travessa Jaudat Rachid, próximo a uma unidade do Sanear, via de acesso à cidade alta), os moradores reivindicam a colocação de um reservatório plástico de 10 mil litros na região, pois estão sem água tratada em casa desde o dia 18. O reservatório mais próximo fica muito distante, na parte mais elevada, o que penaliza os consumidores locais, muitos dos quais moram em casas alugadas e há idosos também entre os moradores da localidade (proximidades do bairro Por do Sol). Carros-pipa sobem a todo o momento, rumo aos bairros Operário, Moacir Brotas, Nossa Senhora do Perpetuo Socorro e outros, mas não atendem essa área próxima ao Centro. As roupas para lavar se avolumam, muitos já gastaram o que tinham para comprar garrafas de água mineral e a apreensão diante da escassez só aumenta. Em outras comunidades verifica-se, da mesma forma, um clima de grande tensão e apreensão com os problemas ocasionados pela onda de lama das barragens rompidas em Mariana/MG no dia 5 de novembro. A lista com os locais de entrega de água mineral pode ser acessada no site www.samarco.com ou na tenda de informações no Calçadão Geraldo Pereira, no Centro da "Princesa do Norte". E diante de tantas informações e contrainformações, não se sabe por quanto tempo ainda essa água barrenta continuará passando pelo leito do já tão assoreado rio Doce.
  

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Captação de água do rio Doce é suspensa novamente em Colatina/ES

Texto: Paulo R. Maciel para o blog WWW.REPORTERPAULOMACIEL.BLOGSPOT.COM
O prefeito de Colatina, Leonardo Deptulski, informou nesta terça-feira (24/11/2015) que foi suspensa novamente a captação de água do leito do rio Doce. A medida ocorreu no fim da noite passada. Segundo ele, houve dificuldades para manter a qualidade da água que é servida à população  e, por segurança, os trabalhos foram suspensos. Foi verificada uma variação quanto à regularidade dos indicadores apresentados nos testes químicos. A vazão do rio aumentou e a turbidez se acentuou. Poderiam ter contribuído para isso as chuvas na região do vale do rio Doce e a liberação de novas cargas d’água pelas usinas hidrelétricas. Novas análises serão realizadas no líquido que corre pelo rio. Estão sendo feitas duas análises químicas diárias. O prefeito disse que pediu , inclusive, o apoio da Cesan para as análises. Foi requisitado à Funasa um laboratório móvel, que deve ser enviado ainda nesta terça-feira a Colatina. Há estações de tratamento (ETA) nos lados sul e norte da zona urbana, que precisam ser estabilizadas para voltar a fazer o tratamento. Mas o sistema de tratamento de água do Serviço Colatinense de Meio Ambiente e Saneamento Ambiental (Sanear) permanece recebendo água de lagoas transportada por caminhões-tanque. O plano de emergência para a cidade continua, com a distribuição de água mineral, reservatórios de 10 mil litros em pontos estratégicos e perfurações de poços profundos.
A CENTRAL DE ATENDIMENTO AOS USUÁRIOS PODE SER ACESSADA PELO TELEFONE  2102-4303. Há ainda outro canal de comunicação com o Sanear pelo número 0800-283-9733.

Colatina entra no sétimo dia sem o abastecimento normal de água nas unidades consumidoras

                     Foz do rio Santa Maria chegando ao leito do rio Doce, na zona urbana de Colatina
 Sem possibilidade de ir à pesca, barco fica isolado próximo à margem direita do barrento rio Doce
Texto: Paulo R. Maciel para o blog WWW.REPORTERPAULOMACIEL.BLOGSPOT.COM

Colatina entra no sétimo dia sem o abastecimento normal de água nas residências e unidades comerciais, entre outras, desde a suspensão da captação de água do rio Doce (17/11/2015) pelo Serviço Colatinense de Meio Ambiente e Saneamento Ambiental (Sanear). Muitos moradores da zona urbana ainda se encontram desinformados, pensando que o abastecimento residencial retornaria imediatamente, o que não está acontecendo. Eles ainda dependem do fornecimento alternativo. Há bairros em que o ponto de busca de água fica longe das residências, o que é motivo para intensas reclamações. Alguns restaurantes não funcionaram no último fim de semana por falta de água para atender suas necessidades. A estação rodoviária não oferece águas aos passageiros em seus bebedouros. Unidades educacionais racionalizam o uso de banheiros. Na Catedral, pede-se que fiéis levem água para consumo próprio nos serviços religiosos oferecidos.  As ações emergenciais de entrega de água mineral à população continuarão, assim como o abastecimento por carros-pipa e reservatórios plásticos de 10 mil litros em pontos estratégicos. O Sanear restabeleceu a captação de água no rio Doce, mas a chegada do líquido às unidades consumidoras ocorrerá gradativamente até o fim de semana. No princípio, a água poderá chegar com uma qualidade não muito boa, por causa dos resíduos da tubulação, mas em seguida estará pronta para o consumo, segundo informações das autoridades nesta segunda-feira (23/11/2015). “A primeira água pode ser usada para serviços domésticos e a seguinte poderá ser utilizada normalmente para tomar banho, beber, etc”, disse o engenheiro João Virgílio Avancini. Os institutos de análise constatara em seus testes que a água com lama das barragens de Mariana/ES que passa por Colatina pode ser tratada e consumida pela população. Um técnico chegou a dizer que a quantidade maior de manganês observada nas análises não provoca malefícios à saúde.