terça-feira, 20 de junho de 2017

ABONO SALARIAL DE 2015 DEVE SER SACADO ATÉ O DIA 30

Trabalhador - Benefício está disponível para quem trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias no ano-base e está inscrito no PIS/Pasep há cinco anos.
Trabalhadores que ainda não sacaram o abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2015 têm 10 dias para ir a uma agência bancária e sacarem o benefício. O prazo final é 30 de junho de 2017.
Tem direito ao abono salarial ano-base 2015 quem está inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos; trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias em 2015 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos; e teve seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).
O Ministério do Trabalho disponibiliza uma ferramenta de consulta para os trabalhadores saberem se têm direito ao abono salarial Ano-Base 2015. Basta acessar o endereço eletrônico http://verificasd.mtb.gov.br/abono/, digitar o número do CPF ou do PIS/Pasep e a data de nascimento e consultar. 


A Central de Atendimento Alô Trabalho do Ministério do Trabalho, que atende pelo número 158, também tem informações sobre o PIS/Pasep.
O valor do benefício depende de quanto tempo a pessoa trabalhou com carteira assinada em 2015. Se ela trabalhou durante os 12 meses, vai receber o valor integral do benefício, que é de um salário mínimo (R$ 937). Se trabalhou por apenas um mês, vai receber o equivalente a 1/12 do salário (R$ 78), e assim sucessivamente.
Trabalhadores da iniciativa privada retiram o dinheiro na Caixa e servidores públicos no Banco do Brasil. Basta apresentar um documento de identificação e o número do PIS/Pasep.
Números
Até 31 de maio, 1,83 milhão de trabalhadores ainda não tinham sacado o abono, o que corresponde a 7,56% do total de pessoas com direito ao benefício. O valor disponível para saque é R$ 1,28 bilhão. O chefe da divisão do seguro-desemprego e abono salarial do Ministério do Trabalho, Márcio Ubiratan Britto, explica que, depois de encerrado o período de saques, o dinheiro que não foi sacado voltará para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Ele será usado para o pagamento de benefícios como o seguro-desemprego e o abono salarial do próximo ano.
Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Trabalho. (19-6-2017). POSTADO TAMBÉM NOS SITES facebook.com/paulomacieldaradio e reporterpaulomaciel.blogspot.com (20-6-2017). FOTO: Repórter Paulo Maciel/Arquivo

Nenhum comentário: